Do not read my diary, is secret. #3 - Adolescência Alternativa

Do not read my diary, is secret. #3

 Oi pessoas, não era para mim estar fazendo dois posts de Do not read my diary, is secret. essa semana, esse post era para ser sobre a minha festa de aniversário, mas eu posto ela amanhã, realmente, esse "capitulo" do diário ta sendo bem fora de hora, eu só precisava desabafar um pouco, era para ser um texto normal, como vários e vários que eu já fiz, mas como eu sei que vocês gostam dessa "TAG", estou fazendo mais um "capitulo" novo, fiquem com a choradeira nova.

 Ontem foi meu aniversário, legal, me mandaram esquecer todos os problemas, eu esqueci, e hoje eu mal acordo e já jogam todos os meus problemas de volta para cima das minhas costas; Eu pedi um tempo, eu pedi para não colocar mais um problema hoje, hoje não, nem acabou o final de semana ainda e eu já estou cansada dessa semana, essa vai ser uma daquelas que fode com a nossa vida. Ai você me vê falando assim e pensa: O que essa menina quer falando? Tem 13 anos e já ta se achando a adulta cheia de problemas. Você que pensa assim, acredite, eu também acho isso, mas a única coisa que eu venho fazer aqui, nesse texto (mais um) é desabafar, esse é o único lugar que eu realmente posso desabafar com meus textos, os meus textos falam realmente quem eu sou sabe? Se eu fosse falar tudo o que eu escrevo nos textos para você em uma conversa, eu não saberia o que falar.

Essa é uma história verídica, o texto a seguir pode ser chocante, o blog Teen Diary não se responsabiliza por danos morais. Para evitar constrangimento, nenhum nome será envolvido.

Dear Diary, advinha sobre quem é esse texto? Se você acompanha aqui já sabe: é o amigo fiel de novo. Sempre ele né? É como a música Monomania: "Hoje eu falei, pra mim, jurei até, que essa não seria pra você e agora é". Até enjoa, mas enfim, o que ta acontecendo é o seguinte, lembram que no último Do not read my diary, is secret. ele tinha me deixado? Pois é, a gente volto, a verdade é que a gente só volto graças a mim, por que eu me humilhei mesmo, me humilhei a ponto de implorar para ele não me deixar, que eu precisava dele, e é verdade, eu realmente preciso dele; Mas enfim, depois de toda essa humilhação, a gente voltou ao normal, passou o meu aniversário e tudo, nós ainda estávamos bem, mas como sempre para estragar tem que ter a "paixonite" no meio. Diary, ele me cobra para esquecer a "paixonite" mas é tão difícil, principalmente vendo ele todos os dias, é muito difícil para mim ter que ignorar isso, eu juro diary, eu me esforço, eu juro que tento ao máximo, mas ele sempre acha um jeito de me provocar e esses dias nós brigamos por causa da BOCA DE LATA e não foi uma briguinha de amiguinhos, foi uma briga feia mesmo, de ligar o caps lock e tudo, até falei pra ele assim "DESLIGA A PORRA DO CAPS LOCK QUE EU NÃO SOU TUAS NEGAS" e tal, viu como foi feia? Mas nessa briga eu fiquei sabendo que eles não estão mais juntos, sinceramente diary, eu não porque, mas, eu não fiquei feliz em saber isso.
 Bom, mas falando do "amigo" ele é aquela pessoa que faz você se sentir bem sabe, mas ao mesmo tempo, você quer ele longe, é tão bom quando a gente ta junto, mas diary, ele não me entende e acho que ele desistiu que esperar eu tomar rumo (de novo), não que a gente tenha brigado, nem discutido, nada disso, ele só disse, pelo o que eu entendi e sei que é, mas ele não disse nessas palavras, que era pra mim escolher e diary, eu sei que é o certo escolher ele, eu escolhi ele, o único problema é o outro, quando eu estou esquecendo ele, ele vem e me provoca, infeliz, mas eu vou dar um jeito nisso essa semana, de uma vez por todas, vocês vão saber, por que muito provavelmente, eu vá fazer um texto disso também.

A palavra diary foi citada nesse post: 13 vezes